Biomassa florestal: entenda a bioenergia no setor

Biomassa florestal: entenda a bioenergia no setor

Um dos grandes desafios da contemporaneidade é a produção de energia. Afinal, muitos dos problemas criados pela ação dos seres humanos no meio ambiente é a obtenção de recursos energéticos, com enfoque para o uso dos combustíveis fósseis. Nesse sentido, o uso da biomassa florestal é uma importante solução. E vamos te contar o porquê. 

Neste texto, você vai saber mais sobre o que é a biomassa florestal e quais são as suas possibilidades na geração de energia. Continue lendo!

O que é biomassa? 

Vamos começar definindo, rapidamente, o que é biomassa. A biomassa é um recurso derivado da matéria orgânica, utilizado para a produção de energia. Assim, um exemplo que todas as pessoas conhecem é o carvão – que tem origem vegetal e serve para geração de energia em diferentes setores. 

A biomassa, portanto, não é uma novidade como recurso para produção de energia. Porém, ela vem ganhando relevância devido às questões ambientais, como a preocupante constatação do aquecimento global

Nessa perspectiva, é muito importante encontrar alternativas menos nocivas para o setor energético, como é o caso da biomassa florestal. Ela utiliza a matéria orgânica oriunda de florestas para gerar energia. 

A biomassa florestal e suas possibilidades

Partindo das informações sobre biomassa, fica fácil compreender que a biomassa florestal é composta de matérias vegetais, como folhas, galhos e madeira. Desse modo, nosso exemplo do carvão vegetal continua valendo.  

Porém, você deve estar se perguntando, isso não é um problema para as florestas? Depende. A extração de madeira, por exemplo, é muito prejudicial ao meio ambiente. Por outro lado, existem os resíduos florestais gerados pelas indústrias de celulose, por exemplo, que podem ser aproveitados na produção de energia. Outra possibilidade são as florestas energéticas, que serão melhor explicadas a seguir. 

Dessa maneira, a biomassa florestal oferece possibilidades importantes para uma energia renovável. Uma boa notícia é que o Brasil tem excelentes condições para utilizar a biomassa florestal, devido à grande quantidade de áreas com floresta, seja nativa ou plantada.  

Floresta energética

Falando em floresta plantada, você conhece o termo floresta energética? Essa é uma alternativa interessante para a produção de energia. Trata-se de uma floresta plantada com a finalidade de gerar energia, por meio de biomassa. Assim, para uso do carvão, em vez de recorrer às florestas nativas, é possível plantar uma floresta para essa função. 

Como a biomassa é transformada em energia? 

Existem algumas técnicas para a transformação da biomassa em energia:

Combustão: é um dos métodos mais conhecidos para transformação da biomassa em energia. Nele, a matéria é submetida a altas temperaturas, na presença de oxigênio. Como resultado, ocorre a produção de vapor em alta pressão. Esse vapor é, então, usado tanto em caldeiras quanto em turbinas. 

Co-combustão: o carvão mineral é o material comumente utilizado em termoelétricas. Porém, com esse método, parte do carvão é substituído por biomassa. O objetivo dessa substituição é reduzir a quantidade de poluentes emitidos nesse processo. 

Pirólise: os dois últimos métodos são bem semelhantes. Na pirólise, a biomassa é submetida a altas temperaturas sem a presença de oxigênio. Com isso, ela entra em acelerado processo de decomposição, restando apenas carvão vegetal, óleos e uma combinação de gases, usados como combustível.

Gaseificação: a diferença da gaseificação em relação à pirólise é que as temperaturas são menores. Além disso, o processo envolve a produção de apenas um gás, que é usado na produção de energia. 

Gostou desse conteúdo? A Recimac possui uma série de soluções voltadas para a produção e aproveitamento de biomassa, incluindo a biomassa florestal. Visite o nosso site para conhecer todos eles. 

Receba nossas
novidades em seu email

    Recimac © 2022 - Todos os direitos reservados.Desenvolvido e otimizado por WEBi